Baarle: cidade dividida entre Holanda e Bélgica tem uma das fronteiras mais confusas do mundo

Cidade tem pedaços na Bélgica dentro da Holanda e vice-versa; descubra como isso aconteceu e veja o roteiro com atrações em Baarle

17
Hotel Brasserie Den Engel, famoso café que fica na divisa de Baarle-Nassau, na Holanda, com Baarle-Hertog, na Bélgica

"Peraí, onde eu tô agora? Na Holanda ou na Bélgica?". É isso o que você vai se perguntar o tempo todo ao visitar a comunidade de Baarle. Nela você vai conhecer uma das fronteiras mais complicadas do mundo!

placa indicando o limite de município entre baarle-nassau, na holanda e baarle-hertog, na bélgica
Seja bem-vindo ao mesmo tempo à Baarle-Nassau, na Holanda, e Baarle-Hertog, na Bélgica!

Baarle-Nassau e Baarle-Hertog: tudo junto e misturado

É que, ao contrário do que você pode estar pensando, Baarle não fica na divisa entre Bélgica e Holanda. Tampouco é uma cidade dividida ao meio, com um país pra cada lado.

A situação aqui é única: 22 pedaços da Bélgica estão dentro da Holanda e 8 pedaços da Holanda estão dentro da Bélgica. Tudo junto e misturado!

Mapa com vista aérea das cidades de Baarle-Nassau, na Holanda e Baarle-Hertog, na Bélgica
Com a vista aérea dá pra ver como o local é um verdadeiro quebra-cabeça: a parte escura é Baarle-Nassau, na Holanda; já a parte mais clara, é Baarle-Hertog, na Bélgica (com uns pedacinhos de Baarle-Nassau dentro dela). Que confusão!

Entenda como tudo começou

Essa bagunça toda começou lá na Idade Média, ainda no século 12. Na época, a Holanda ainda não era exatamente um país, mas um bocado de principados comandados por diferentes Casas, que nem em Game of Thrones. E as tretas rolavam soltas, como eu já contei sobre a Domtoren em Utrecht. Em Baarle a coisa não foi muito diferente.

No meio de uma disputa de poder e heranças de família, diferentes partes de Baarle ficaram com a Casa Nassau e o restante com o Duque de Brabante.

Foi assim que surgiram as cidades-gêmeas Baarle-Nassau e Baarle-Hertog – "Hertog" significa "duque" em holandês –, com enclaves pra tudo quanto é lado. Mas a coisa complicou mesmo em 1831.

Foi nesse ano que a Bélgica se tornou independente da Holanda e ficou com Baarle-Hertog. Daí, na hora de demarcar a fronteira, descobriram o bololô que era aquilo e... só em 1995 é que a demarcação exata da cidade foi concluída!

Placa comemorativa na fronteira de Baarle-Nassau, na Holanda e Baarle-Hertog, na Bélgica
Demorou tanto que a cidade ganhou até placa comemorativa quando concluiu a demarcação. E você aí achando que enrolava pra terminar o trabalho...

Como encontrar as fronteiras em Baarle

Não tem jeito: assim que a gente chega a Baarle, a primeira coisa que quer fazer é encontrar uma demarcação pra tirar uma foto. Ainda bem que isso é bem fácil.

Logo que eu cheguei à cidade, de ônibus, dei de cara com uma. Ela fica bem no meio da Zeeman, uma famosa cadeia de lojas daqui. Você compra utensílio de cozinha na Bélgica e roupinhas de bebê na Holanda, tudo na mesma loja!

Loja Zeeman fica na divisa de Bélgica e Holanda, em Baarle-Nassau e Baarle-Hertog

É fácil reconhecer as divisas porque elas estão marcadas com uma cruz e as letras dos países em cada lado. Já quando a divisão acontece no meio da rua, são colocadas discretas plaquinhas de alumínio. Sim, você vai encontrar ruas onde de um lado é Holanda e, do outro, Bélgica!

A gente cruza a fronteira tantas vezes que tem hora que nem sabe mais em que país está. Mas tem duas formas práticas de se descobrir isso.

Dê uma olhada nas casas em volta. Elas são todas iguaizinhas? Então você está na Holanda. Como na Bélgica não existe uma regulamentação rígida, as casas não seguem um padrão. O que faz o pessoal de Baarle-Nassau achar seus vizinhos belgas meio farofeiros! 😂

A segunda dica é conferir o número da casa. Elas vêm sempre acompanhadas de uma bandeirinha, indicando o país onde ela fica. O que vale é a localização da porta, que inclusive determina pra qual país você deve pagar impostos. Há até quem mude o lugar da porta por conta disso. Já em outros casos...

casa na divisa da bélgica com a holanda em dois números diferentes. ela fica entre as cidades de baarle-nassau e baarle-hertog
A porta dessa casa caiu bem no meio da divisa e o dono deixou assim mesmo. Na Bélgica, ela é a casa nº 2 da rua Loveren. Já na Holanda, ela é nº 19!

Baarle é desse jeitinho, toda divididinha: duas paróquias, duas prefeituras, dois corpos de bombeiros e escolas, cada qual num país. Se no dia-a-dia é assim, imagina na Copa!

Uma comunidade dividida até na Copa do Mundo

Uma situação inusitada e que definiu a data da minha visita foi justamente o fato de que a Bélgica se classificou pra Copa de 2018 e a Holanda não. Sendo que Bélgica e Holanda são super rivais no futebol.

Olha, nem quero imaginar se Argentina e Brasil vivessem uma situação parecida e um dos dois (a Argentina, claro) ficasse fora da Copa. Ia ser guerra na certa!

torcedores belgas assistem à Copa do Mundo em bar em Baarle-Hertog
De um lado da rua, decoração e torcida belga. Do outro lado, na Holanda, nada acontece feijoada

Mas aqui, não. Enquanto os belgas estavam no bar vendo os Diabos Vermelhos vencerem a Tunísia por 5x2, os holandeses estavam 100% nem aí, fazendo a linha "vida que segue". Nada de provocação ou tiração de sarro. Confesso que fiquei um pouco decepcionada, hahaha

Outra coisa que me chamou a atenção foi que a torcida assistia à partida no canal belga. Sim, até companhia de TV a cabo belga com programação própria tem por lá! Ah, e se você fala holandês, também vai notar que o sotaque deles é diferente dos pessoal que mora do outro lado da rua.

E aí, já está pronto pra conhecer essa cidade pessoalmente?

O que ver e fazer em Baarle-Nassau e Baarle-Hertog

A dica que eu dou é começar o passeio pelo VVV, o Centro de Informações Turísticas da cidade. Lá você retira gratuitamente um mapa com a rota dos principais pontos da cidade (no final dessa matéria tem um mapa também). A maioria fica bem pertinho dali e dá pra ir a pé numa boa.

Prédio do Centro de Informações Turísticas, antiga prefeitura de Baarle-Nassau
Prédio do Centro de Informações Turísticas, antiga prefeitura de Baarle-Nassau.

Sério mesmo: é só sair de lá e você já vai ver a Sint Remigiuskerk, a Igreja de Baarle-Hertog. Lá você encontra a placa e marco comemorativos da cidade, além de um quiosque com um mapa interativo.

Sint Remigiuskerk, a Igreja de Baarle-Hertog, na Bélgica
É só sair do VVV que você já vê a igreja na fronteira com a Bélgica. Fica tudo na mesma rua. É bem facinho!

Já para visitar a casa com dois números, que eu postei acima, eu sugiro alugar uma bike. A minha eu peguei no Guy Ruts e paguei €10 pelo aluguel. Se você curte pedalar, aproveita e faz a Rota das Enclaves, cuja rota também está disponível no VVV.

placa indicando a rota das enclaves para visitar a cidade de Baarle-Nassau e Baarle-Hertog de bicicleta, cidade dividida entre Bélgica e da Holanda
Também dá pra seguir a rota pela sinalização nas ruas

No meio do caminho, dê uma paradinha em frente ao 't Kasteeltje. Esse castelinho é propriedade privada, mas é tão lindo que vale a pena tirar uma foto, não acha?

't Kasteeltje , um pequeno castelo em Baarle-Hertog, na Bélgica, próximo a Baarle-Nassau, na Holanda

Outro lugar que fica um pouquinho mais afastado do centro e definitivamente vale uma visita é o Biergrens ("Fronteira da Cerveja"). Esse depósito vende mais de 600 tipos de cerveja. Por isso, sugiro que você venha visitar a cidade com uma van ou um caminhão, porque né... fica a dica!

Biergrens, depósito de cerveja na divisa de Baarle-Hertog na Bélgica e Baarle-Nassau na Holanda, vende mais de 600 tipos diferentes de cerveja. Depósito de cervejas mostra a marcação de cada país.
É só olhar para o chão que você vai entender porque o nome em holandês é Fronteira da Cerveja. E lá vamos nós atravessar de um país pro outro mais uma vez!

Onde comer e se hospedar em Baarle

Um dos lugares mais famosos para se comer em Baarle-Nassau é o Hotel Brasserie Den Engel. Além de oferecer boa comida e acomodação, todo mundo quer sentar nessa mesa que fica bem na divisa entre os dois países.

Eu tomando um café no Hotel Brasserie Den Engel, famoso café que fica na divisa de Baarle-Nassau, na Holanda, com Baarle-Hertog, na Bélgica
Mas é claro que eu também garanti a minha foteeenha, né :P

Veja fotos e avaliação do Hotel Den Engel aqui.

Já quem pra quem só procura um lanchinho, eu sugiro o Brownies & Downies. Ele fica na Bélgica, a distantes 150 metros do Den Engel. A especialidade da casa são os maravilhosos brownies, feitos com chocolate Tony's, trazido diretamente da Holanda!

brownie de chocolate tony's do Brownie & Downie, em Baarle-Hertog, na Bélgica, divisa com Baarle-Nassau, na Holanda
Capricha na bicicleta depois, que esse brownie com chantilly vale cada caloria!

Além disso, o Brownies & Downies também é um Bed & Breakfast, oferecendo uma hospedagem mais simples por um precinho mais em conta. Dá uma conferida aqui.

Veja mais opções de hospedagem em Baarle-Nassau e em Baarle-Hertog.

Fazendo sua reserva no Booking.com com o Holandesando, eu recebo uma pequena comissão que me ajuda a manter o blog e continuar viajando pra mostrar cada vez mais coisas legais na Holanda pra você. E você não paga nada a mais por isso. Todo mundo sai ganhando! :)

Ah, o mesmo vale para compra de ingressos para atrações pra Holanda e outros países!

Como chegar a Baarle-Nassau

Para quem vai de transporte público, a dica é ir de trem até Breda. Planeje a rota a partir da sua cidade no site da NS.

Chegando lá, é só pegar o ônibus 132 – Tilburg via De Gaarshof, que sai do terminal que fica na própria estação. Em cerca de 25 minutos você chega ao ponto St. Janstraat, em Baarle-Nassau. O Centro de Informações Turísticas fica a 5 minutos dali.

Outra opção é alugando um carro. Você sabia que a carteira de motorista brasileira é válida para turistas na Holanda? Daí é só planejar a sua rota no Google Maps, com informações de trânsito em tempo real e, quem sabe, prosseguir viagem a outras atrações bacanas que têm lá perto. Quer ver só?

Cidades próximas a Baarle

Baarle fica bem próxima de Breda e Tilburg, na Holanda, e Turnhout, na Bélgica. De lá também é possível dar uma esticadinha até a Antuérpia, a 60 quilômetros de distância. Mas eu tenho uma sugestão mais interessante.

Se você quiser continuar visitando cidadezinhas da Holanda cheias de histórias pra contar, eu sugiro ir a Zundert, que fica só a 25 quilômetros. Lá é a cidade onde o Van Gogh nasceu e também onde acontece a maior Parada das Flores do mundo. É um dos espetáculos mais lindos que eu já vi!

Gostou da dica? Então confira o mapa com os principais pontos pra você visitar em Baarle. E depois volta aqui pra contar como foi a experiência! ;)

Salve no Pinterest:


Fonte e agradecimento:
Passeio guiado a convite do diretor do Toerisme Baarle, Willem van Gool.

O Holandesando não recebeu qualquer tipo de incentivo financeiro ou permuta e as opiniões aqui expressas são completamente independentes.

RESERVE SEU HOTEL COM O HOLANDESANDO Booking.com

17 COMENTÁRIOS

  1. Confesso que não conhecia a cidade e nem mesmo a curiosidade da fronteira, mas achei a cidade bem encantadora com essa arquitetura charmosa, explorar de bike deve ser bem legal.

  2. guriaa adorei esse tenis ai, me diz qual modelo eh quero um igual ahueahe
    aqui em uniao tem essa divisa tbm, mas eh de trilho e não pintadinho bonito
    gostei da situação da porta, ve qual paga menos imposto e instala a porta la hauehae

  3. Caramba, que loucura esse lugar! hahahaha se eu fosse com certeza ia ter milhões de fotos nas mais diferentes marcas de fronteiras hehehehe realmente, Game of Thrones feelings! de qualquer jeito achei a cidade uma graça 🙂

  4. Que lugar curioso. E os moradores convivem tranquilamente com essa confusão geográfica! Mesmo em ambiente de Mundial de Futebol. Um exemplo de civismo

  5. Nossa senhora, eu não sabia disso! Que legal! Morri aqui de vontade de ir aí. E aquela casa com porta na fronteira paga impostos para quem, afinal? hahahaha, que curioso isso. E os vizinhos se dão bem? Adorei!

    • Então, essa casa com a porta ao meio é dividida até na hora de pagar os impostos: metade vai pra Holanda e metade vai pra Bélgica!
      É supertranquilo o convívio por lá, sim!
      Abraços! 🙂

  6. Adoro fronteiras dos países! Me sinto sempre alegre e ao mesmo tempo meio infantil de pensar que estou a poucos passos de “atravessar um país”! haha!
    Mas meuuu Deus, que confusão isso de partes da Bélgica serem da Holanda e vice e versa! Que a galera tretava horrores nessa época por território eu não me espanto, mas genteee, dá um jeito nisso agora! haha! É muito estranho poder cruzar uma fronteira assim, praticamente na lojinha de bebê! haha!4
    Amei esse post! Fiquei muito curiosa para conhecer essa cidade doida pessoalmente! Parabéns! =)

    • O problema de resolver agora é que quem é que vai querer abrir mão do seu país? Aí um dia você é belga e mora no seu país e no outro você não mora mais? Xiiiii… melhor deixar quieto, hahahaaha

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.