Relógio surreal no Aeroporto de Amsterdã mostra as horas de um jeito que você nunca viu

Desde julho de 2016, o Aeroporto Schiphol, na Holanda, tem um relógio que mostra as horas de uma forma bem inusitada: através de arte performática!

Em vez do tradicional modelo analógico, foi colocado um relógio de 3 metros de altura e, dentro dele, há um suposto funcionário desenhando os ponteiros. Só para em seguida limpá-los e começar tudo outra vez, minuto a minuto.

https://youtu.be/ig41T3pACys

Eventos ocorrem em tempo real

A obra foi criada pelo artista holandês Maarten Baas e faz parte da série Real Time, com instalações expostas em museus como o MoMA, Victoria & Albert Museum e Rijksmuseum, entre outros.

Nas palavras dele: “Real Time é um termo usado pela indústria cinematográfica. Significa que a duração de uma cena retratada tem exatamente o mesmo tempo que levou para filmá-la. Eu brinco com esse conceito nos meus relógios Real Time mostrando vídeos onde os ponteiros são literalmente movidos em tempo real”.

Resumindo, a performance dele parte do mesmo princípio da série 24 horas.

relogio-schiphol-amsterdam_01

“Os acontecimentos a seguir ocorrem entre 3:00 e 4:00. Eventos ocorrem em tempo real.” Só faltou o barulhinho do relógio. Sdds Jack Bauer.

Funcionários do aeroporto como inspiração

Para surpresa geral, o funcionário dentro do “relojão” não é o Jack Bauer disfarçado, mas o próprio Maarten. Para fazer essa vídeo-performance ele se inspirou nos funcionários “sem rosto” que trabalham no aeroporto em seus trajes azuis.

O vídeo tem duração total de 12 horas e, portanto, é apresentado na íntegra duas vezes ao dia. Ou seja, se alguém estiver realmente disposto a ver tudo antes de embarcar, vai ter de rolar um atraso de voo daqueles, né… é uma maratona digna de Netflix!

Surrealismo e homenagem a Mondrian

A performance é claramente influenciada pelo Surrealismo, em especial o Teatro do Absurdo, onde muitas vezes os personagens ficam presos em uma situação repetitiva e sem conclusão à vista.

O toque surrealista fica completo ao olhar a parte de trás da instalação: lá está uma plataforma, com uma escada e uma porta. A brincadeira quer nos levar a crer que foi por ali que o funcionário entrou no relógio. Pra completar, ainda dá para vê-lo de costas executando o seu trabalho.

Esperando Godot Transportes Aéreos. Foto: Reprodução Vimeo /

Esperando Godot Transportes Aéreos. Foto: Reprodução Vimeo / Maarten Baas

Mas as influências que inspiraram o artista não terminam aí. Ao vestir um macacão azul e limpar os ponteiros do relógio com a ajuda de um paninho amarelo e um balde vermelho, ele homenageia Rietveld e Mondrian, artistas holandeses que participaram do movimento De Stijl.

Mondrian

Composição II em Vermelho, Azul e Amarelo. Piet Mondrian, 1930. Domínio Público, via Wikimedia Commons.

Dicas Holandesando

  • O relógio fica no recém-renovado Lounge 2. Portanto, para vê-lo, você precisa estar na área de embarque do aeroporto.
  • Caso a sua área de embarque não seja o Terminal 2, não tem problema: você ainda pode se deslocar até lá para ver o relógio. Mas para sair de um terminal para o outro, você vai precisar apresentar seu passaporte novamente. Também fique esperto para não perder o seu voo, já que os terminais são enormes e uma boa caminhada pode ser necessária.
  • Para não se perder no caminho, use o mapa do aeroporto. Esses mapas também ficam disponíveis nos balcões de informações e, claro, sempre vai ter alguém lá para tirar sua dúvida, caso você precise.
  • Como você provavelmente só vai passar por lá ao deixar o país, pense nessa obra como uma lembrança final da Holanda, um presente de despedida. E boa viagem! :)



Booking.com

No Comments