Ano Novo na Holanda: mergulho no mar gelado de Scheveningen

16

Mergulho de Ano Novo: o mar é o limite (ou não)

Se tem uma holandesice que eu sempre me prometi um dia fazer era essa: dar um mergulho no mar geladíssimo da Holanda no primeiro dia do ano. E por quê?

Ora, porque quando você resolve morar definitivamente em outro país, é importante tentar se integrar. Então eu queria holandesar logo no que mais me convinha: nas joselitagens. E tem coisa mais sem-noção do que botar sua roupa de banho em pleno inverno e dar um tchibum básico pra comemorar o Ano Novo? Só podia ser coisa de holandês mesmo!

Mergulho de Ano Novo na Holanda: participantes se vestem de Power Rangers
Vocês tão vendo aí como holandês é da zoeira, né? GO GO Power Rangers!

E antes que alguém me corrija: sim, essa tradição existe em vários países. Mas a coisa pegou forte por aqui, onde todo ano é registrado o maior número de participantes: oficialmente foram 51 mil em 2016, sendo 10.000 só na praia de Scheveningen, em Haia, onde eu participei. Considerando ainda que o país tem 16 milhões de habitantes... é gente pra caramba!

Como participar do mergulho de Ano Novo na Holanda

Pra participar do tradicional mergulho de Ano Novo, ou Nieuwjaarsduik, é simples. É só chegar no píer na praia de Scheveningen no dia 1º a partir das 10h30 e se inscrever. Super recomendo passar a noite de Réveillon em Scheveningen pra conhecer outra tradição bem legal que rola lá nesse dia.

Onde ficar em Scheveningen: encontre hospedagem aqui

Se você estiver em outra cidade, não tem problema: o mergulho rola no país inteiro, seja na praia, num lago ou onde mais tiver água gelada pra galera sofrer se jogar. A relação de locais você encontra aqui.

Como o limite em Scheveningen era de 10.000 inscrições, cheguei meia hora antes pra garantir. E já tinha uma fila boa.

fila para o mergulho de ano novo no mar gelado de Scheveningen, na Holanda
Entrar no mar gelado, tudo bem. Mas fila??? Poxa!

A taxa de inscrição é de 3 euros e te dá direito a um kit com:

  • Um gorro da Unox (marca de sopa que patrocina o evento);
  • Uma lata de sopa de ervilha – sabor supertradicional por aqui;
  • Um distintivo pela participação, pra guardar de lembrança;
  • Uma latinha de vaselina, porque reza a lenda que, se você passar no corpo antes do mergulho, sente menos frio (e você aí dando risadinha, que eu sei :P ).
Mergulho de Ano Novo na Holanda - prêmio de participação
Nos outros anos eles davam luvas também, mas pelo jeito teve corte no orçamento do ano em que eu participei... FUÉN!

O lado bom é que parte desse dinheiro coletado ainda vai pra instituições filantrópicas. Acaba sendo uma loucurinha do bem. :)

Aquecimento para o mergulho de Ano Novo

O mergulho começa às 12h30, então tem tempo suficiente pra participar das brincadeiras que os animadores fazem pra galera ir se aquecendo, se preparar psicologicamente pra empreitada e ver o desfile de moda da galera por lá. Dá uma olhada na galeria abaixo - é só apertar as setinhas nas laterais:

  • Nieuwjaarsduik 2016
  • alt
  • alt
  • alt
  • alt
  • alt

E olha que eu dei sorte porque esse ano não estava tão frio como de costume. Explico: estava fazendo tropicalientes 5 graus, com sensação térmica de 2, oi luara, no coração da gente. Já a temperatura da água era de NOVE GRAUS. Que dentro d’água é melhor, a gente entende fácil. O problema é só entrar!

A largada para o mergulho: salve-se quem puder!

Correndo em direção ao mar gelado para o mergulho de ano novo em Scheveningen, na Holanda
Corre, que é tiro!

Na hora da largada a correria é generalizada. A minha estratégia era simples: não ficar muito na frente, porque sabia que não daria conta de correr muito e, a cada um passo que eu pensasse em dar pra trás, eu teria de dar 2 pra frente. O que me garantiria escrever esse post da costa brasileira, provavelmente.

Mas a corrida é praticamente um arrastão, então você nem tem muito que pensar: é só correr junto pra não ser atropelado! Como eu disse, eu fugi do pelotão da frente e corri como pude. Ruim mesmo foi correr com uma crise de labirintite, mas nem por isso me deixei abater. É como dizem por aí: pior do que tá não fica. Então... JERÔNIMOOOOOOOOO!

Como foi a experiência?

Gelada, amigo, muito gelada! É a primeira palavra que me vem à cabeça. Sair do mar e perceber que você não sente mais nada da cintura pra baixo é uma loucura. Mas o pior foi o maridón que se atrapalhou e não filmou que a loucura foi tanta, que eu realmente achei que tava melhor no mar e voltei pra mais um mergulho!

Aliás, isso é um aviso muito importante que eu preciso dar: não é pra mergulhar de cabeça e tudo, não! Caso contrário, ninguém nem correria de gorro, né? A maioria se molha até a cintura. Sair do mar gelado com o cabelón molhado no inverno daqui é loucura demais até pra holandês!

Mergulho-de-Ano-Novo-na-Holanda
Sem cabelo molhado pra secar sobra mais tempo pra ficar na praia bancando o Daniel San

Tirando essa parte do cabelo, quando você sai do mar em definitivo, nem importa se você tá só de biquíni ou de agasalho, porque você não sente mais a diferença.

Mas vovó sempre avisou pra eu não tomar friagem – ainda mais ela, coitada, que sofre de terríveis dores nos mocotós por causa disso – e tratei de botar meu pijaminha quentinho de volta. E ainda teve sopa panóis!

Tomando a tradicional sopa de ervilha holandesa depois do mergulho de ano novo na Holanda
Nada de frango ou farofa na praia. Nessa friaca, tem que ir de sopa mesmo! Esse é mais um presentinho que os participantes ganham após o mergulho. :)

Se eu voltaria? Siiiim! Inclusive voltei no ano seguinte!

Mas como eu não sou boba nem nada, dessa vez preferi ficar assistindo à galera se ferrando no meu lugar. O que é bem divertido também. Recomendo, haha!!! Os holandeses têm um nome só pra descrever esse sentimento de curtir a desgraça alheia: leedvermaak. É claro que eu descobri isso tomando na cabeça e rindo dos outros depois, né...

E você, já passou por essa experiência? Teria coragem de participar? Conta aí nos comentários! :)

Serviço

Mergulho de Ano Novo - Nieuwjaarsduik
Data: 1º de janeiro
Concentração a partir das 10h30 e largada às 12h00
(limite de 10.000 participantes)
Píer da praia de Scheveningen, Haia
Entrada: 3 euros
Mapa
Site oficial com informações sobre o evento (também em outras cidades)


Imagem destacada: Roel Wijnants (CC BY-NC 2.0)

RESERVE SEU HOTEL COM O HOLANDESANDO Booking.com

16 COMENTÁRIOS

  1. Louca!!! E pra quem não tem coragem de mergular, vale mesmo assim ir para a farra? Tem música/comida/qq coisa pra quem está lá só olhando?! beijão

    • Ana, vale a pena, sim! Ano passado mesmo eu fiquei assistindo e dando risada da desgraça alheia, hahaha!!!
      No boulevard da praia há vários bares e café (o que é ótimo, daí a gente foge do frio). E a música é o que eu mostrei no texto mesmo, das fanfarras que passam por lá. Não é aquela baita balada, mas enfim, é uma maneira bem diferente de começar o ano.

      Se você for, depois volta pra contar o que achou. 🙂
      Abraços!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here