5 exemplos de como o Brasil é visto na publicidade holandesa

17
Comercial Heineken Orange Fever para a Copa do Mundo no Brasil. Holanda aparece em um desfile de escola de samba durante o carnaval.

Eu já mostrei pra vocês nos artigos do Verdade ou Groselha como o jornalismo brasileiro tem passado notícias um pouco, digamos, fantasiosas sobre a Holanda. Dessa vez eu resolvi mudar um pouco a brincadeira: como o Brasil é mostrado na publicidade holandesa?

Eu separei aqui 5 comerciais onde o Brasil é a estrela. Prepara a pipoca aí e vem comigo!

1. Brasil e Holanda: o que eles têm em comum?

2014 foi um ano repleto de comerciais estrelando o nosso país, já que foi o ano do 7x1 da Copa do Mundo no Brasil.

Esse comercial da Bavaria, por exemplo, é uma delícia crocante. Uma modelo brasileira mostra como o Brasil e a Holanda têm muito em comum. Não se esqueça de ativar a legenda em português:

https://www.youtube.com/watch?v=jv4lFII9V7A

Minha primeira reação ao ver esse comercial foi virar pro maridón e perguntar: "brasileiro tem esse sotaque??? É assim que eu falo holandês???"

O holandês da garota-propaganda é horrível (momento sincericídio à moda holandesa) e acho que pediram assim só pra fazer graça mesmo. Pelo menos é o que eu espero, senão o maridón tá mentindo feio pra mim! Se bem que acho que não, pois, como acabei de dizer, os holandeses têm esse problema de sincericídio crônico e jogam a opinião deles na cara da gente assim, na maior.

De qualquer forma, acho que esse comercial meio que explica a reação mais comum que eu vejo quando digo que sou do Brasil. Eles sempre perguntam, com ar espantado, o que eu estou fazendo aqui. Calma, ninguém tá me expulsando daqui, não!

Tanto que quando eu peço pra eles explicarem o porquê da pergunta, eles respondem que o Brasil é tão legal e a Holanda tão... nhé! Principalmente quando comparam o clima dos dois países (e como holandês AMA reclamar do tempo! Na falta de assunto pra puxar, fica a dica).

Outra coisa engraçada que esse comercial gerou foi esse vestido dupla-face que era o brinde da Bavaria durante a Copa do Mundo. Lá estava eu com a holandesada toda vendo futebol, quando chega a minha vizinha toda animada com o vestido pra me mostrar:

- Olha só (dando uma voltinha)! O vestido que as brasileiras usam é assim, né?
- Não, é só um vestido normal.
- Ah... :(

Viu só como a gente aprender a ser sincerona rapidinho? Foi uma das lições que eu aprendi vivendo aqui! 😂

No mais, era um brinde e de péssima qualidade, só pra usar durante a Copa mesmo. Nem acreditei quando descobri que era o Pedro Lourenço quem assinava a peça. Abafa! E essa versão holandesa do Gusttavo Lima no final do comercial? Acredita que ele toca por aqui também? Cheguei a ouvir essa música até anestesiada com motorzinho da dentista na minha boca! 😲

2. Ninguém narra futebol como a gente

Saudade do Gusttavo Lima, portanto, não é problema por aqui. Mas acredita que tem brasileiro que sente saudade das coisas mais impossíveis, como, por exemplo, saudade da narração do Galvão Bueno? Fosse do Silvio Luiz, eu até entenderia...

Mas enfim, aqui a narração é muito mais contida e sem muito blablablá que só tira a gente do sério. Isso eu acho até bom. Ruim mesmo é que eles não gritam GOL, então se você não estiver prestando atenção (ou calhar de ter ido até a geladeira pegar uma cerveja bem na hora errada), passa batido mesmo.

Pensando nessa diferença cultural, fizeram esse comercial que tira qualquer um do sério que mostra a animação dos nossos narradores:

https://youtu.be/brYZX7zZU5E

E aí, matou a saudade do Galvão? Eu também. Próximo comercial, por favor!

3. Hora do Brasil holandesar!

Melhor mandar logo o meu preferido dessa série Copa 2014: a Heineken, como sempre, matou a pau! Em vez de fazer um comercial despejando clichês brasileiros, eles resolveram se unir ao nosso jeitinho festeiro e levar um festival de holandesices pra passarela. E deu samba!

https://youtu.be/DHtpXQMH6Mg

Não deixa de ser curioso comparar esse comercial com uma campanha da Skol da mesma época, onde o negócio era tirar onda com os outros países, a começar pelos hinos. Achei a solução da Heineken bem mais elegante e feliz, em todos os sentidos.

Só uma observação pra quem não entendeu o final do comercial da Heineken - atenção: SPOILER ABAIXO!

A estátua que surge é do ex-atacante Dennis Bergkamp e foi uma referência a uma estátua que ele ganhou do Arsenal. No comercial, ele aparece com ares de “Cristo Redentor” da torcida. Pra completar, a galera gritando "Dennis Bergkamp" é uma alusão à Copa de 98, quando ele marcou um gol em cima da nossa eterna rival Argentina e o narrador holandês foi à loucura com a classificação pra semifinal (mas nem assim gritou GOL, haha)!

4. "Isso só tem no Brasil" – o mito

Mais uma vez, ative a legenda em português:

https://youtu.be/8kZzWNEsFmM

Pois é, gente, a tia que passava com o carrinho vendendo Yakult na vizinhança e anotando no carnê fez a gente crescer achando que Yakult é produto brasileiro, mas não é, não!

É de origem japonesa e existe em vários países, inclusive aqui. Legal também que derruba o mito de que aqui não tem nada do que tem no Brasil. Inclusive eu fiz uma lista de 10 produtos brasileiros que você encontra na Holanda. Fez tanto sucesso que deu origem até a uma segunda lista, só com produtos brasileiros para a ceia de Natal!

Pena que mais uma vez não deu pra fugir do estereótipo da mulata passista de escola de samba. Será que é por isso que eu sempre ouço que “não tenho cara de brasileira”?

Mas não tem problema, eu sempre uso a Gisele Bündchen e a Adriana Lima de exemplo pra mostrar que brasileiro não tem uma “cara”, não. Sem ressentimento, afinal, ninguém nasce sabendo.

5. As brasileiras que fofocam e trabalham bem... até demais!

https://www.youtube.com/watch?v=Bd4nFrZTGZc

Esse comercial eu deixei pro final por causa da polêmica que pode causar (segura o tchan aí, galera, nem fui eu que criei a peça).

Eu acho engraçadíssimo porque é uma conversa bem típica de duas brasileiras "tricotando". Ficou muito natural! Mas antes que alguém possa se ofender (sério, gente?), fato é que em momento algum é esclarecida a língua que elas estão falando ou de onde elas são. Pra quem está assistindo fica apenas o som de um idioma “exótico” de duas diaristas.

E como vivemos em um tempo em que tudo vira motivo pra briga na internet, é sempre bom prevenir e explicar algumas "lebres" que possam ser levantadas.

O fato de elas serem brasileiras e diaristas não significa necessariamente coisa alguma. O trabalho que você exerce aqui na Holanda não te faz nem superior, nem inferior a ninguém. Além do mais, cadê o bom humor da galera que curtiu tanto aqueles comerciais da Skol gongando os gringos agora? Rá!

Pronto, depois dessa mea culpa toda, só restou mesmo explicar o final do comercial pra quem não entendeu - atenção: SPOILER ABAIXO!

O comercial é de uma seguradora. As diaristas estavam tão concentradas no seu trabalho (e em fofocar), que sequer se deram conta que "faxinaram" a cena do crime que ocorreu na casa dos patrões!

Os comerciais dessa seguradora seguem sempre essa linha e são muito engraçados. Pelo menos pra mim, né!

Pra terminar, deixei uma playlist no meu canal com esses e outros comerciais, com legenda em português quando necessário. Aliás, aproveita e siga o canal Holandesando no Youtube!

E aí, se lembrou de algum comercial holandês que faz referência ao Brasil e que merece um lugar na lista? Deixe seu comentário!

RESERVE SEU HOTEL COM O HOLANDESANDO Booking.com

17 COMENTÁRIOS

  1. Pessoal, muito legal ver o post de vocês, que sempre procuram mostrar a relação entre brasileiros e holandeses, e bom saber que eles gostam do nosso país, do jeito deles, obviamente. Parabéns pelos achados, os vídeos realmente estavam engraçados.

  2. Que horror esse último. Não sei se rio ou se choro. hahaha “essas crianças são o demônio” foi demais… Tá muito bom o post, adorei os comerciais!

    • Eu sou “das antigas”. Adorava ouvir narração na rádio globo só pra ouvir o Osmar Santos e sua “pimba na gorduchinha”. Galvão eu já acho exagerado demais e não gosto. Mas também não precisava ser esse extremo que é aqui, né (quando é possível, eu acabo acompanhando pela BBC que eu acho a “menos pior” entre as gringas), rs

  3. Nossa, que legal. Não tinha idéia deles terem essa obsessão com o Brasil. Pq isso? Os comerciais são ”otimos, super engraçados. O último, então…

  4. Hahahahahaha maravilhoso, esse post! Interessante ver como um país europeu pode ter essa relação de admiração com o nosso, do qual a gente reclama tanto (e muitas vezes com razão). Ótimo blog!

  5. Adorei! E concordo, não tem comerciais por aqui rindo dos hermanos argentinos e dos demais gringos!? Pois bem! Direitos iguais! rs
    O comercial da Heineken é o melhor!
    E como assim o Yakult não é brasileiro!? Ok….essa parte eu sabia…hehe
    Bjo

    • Eu já vi esse comercial da Heineken zilhões de vezes e sempre consigo encontrar uma holandesice nova, é incrível!
      Rir dos outros é fácil. Ter senso de humor de verdade é saber rir de si mesmo e isso eles fizeram muito bem nesse comercial. 😀
      Abraços!

  6. ahhahaha eu ri do comercial polêmico! Na inglaterra, teve uma época que a orange pegou aquele gari famoso, o sorriso, pra ser garoto propaganda. Os comerciais era um mar de clichês. Tomei birra do Sorriso ahahh

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here